Logo Lindie
André Ribeiro tocando em session.
André Ribeiro inicia nova fase com session intimista
Entrevistas

Publicado porLuisa Pereira

em 07/05/2021

O cantor André Ribeiro lançou no último mês uma session intimista e conceitual, que marca também sua nova fase como solista. Ex-integrante da banda Alaska e do duo Quinta Que Vem, o repertório foi montado de modo a mesclar faixas importantes dos dois projetos e de sua recente carreira solo, onde ele assume a nomenclatura andré ribeiro.

Para unir as canções marcantes de sua trajetória, o projeto foi elaborado para oferecer uma experiência mais completa, com depoimentos do artista sobre a sua carreira e suas próprias canções, que agregam à apresentação.

Leia a entrevista completa com o artista:

andré ribeiro: Acho que a principal diferença é a liberdade e a velocidade nos processos de composição, produção e gravação. É bem mais fácil e mais rápido de executar ideias nesse formato “solo”. Obviamente, também é mais solitário.

Lindie: Notou alguma diferença na aceitação dos projetos, em relação a banda e a carreira solo, pelo público?

andré ribeiro: Na Alaska eu tinha essa preocupação enorme em relação ao alcance e receptividade do material, porque o objetivo da banda era circular profissionalmente no cenário musical brasileiro. No meu projeto solo é diferente. Eu só quero fazer e lançar músicas. Não ligo muito para o que as pessoas estão achando. Claro que é sempre legal ouvir que alguém gostou do material, mas meu objetivo é só produzir coisas que eu gosto.

Lindie: Quais suas metas com essa nova etapa da carreira?

andré ribeiro: Acho que minha meta é me firmar mais como produtor. Quero me envolver em projetos artísticos o máximo que meu tempo e meus recursos permitirem. 

Lindie: Como você escolheu o repertório da session? 

andré ribeiro: Comecei organizando minhas músicas do projeto solo que eu achava que funcionariam no formato, então o Cassiano Geraldo, verdadeiro idealizador da session, deu a ideia de incluir algumas músicas de outros projetos que fiz parte, como Alaska e Quinta Que Vem.

Lindie: Como foi a experiência do planejamento e gravação da session?

andré ribeiro: O processo do planejamento foi bem engraçado. Começou com a ideia de um show, antes da pandemia, e foi se adaptando à realidade que estamos até agora.

A gravação foi tranquila. Eram poucas pessoas, então apesar de me sentir enferrujado, sem tocar ao vivo por quase um ano, fui me soltando aos pouquinhos.

Lindie: Quais seus planos para a carreira solo?

andré ribeiro: Em breve devo lançar a versão de estúdio de “Essa Lagrima”, e no segundo semestre espero lançar meu primeiro disco.

Você também pode gostar

Logo Lindie

Letras para ler e ouvir.

Explorar

InícioMúsicaEntrevistasColunasSobreEquipeContato

© 2020 Lindie. Todos os direitos reservados