André Ribeiro inicia nova fase com session intimista

O cantor André Ribeiro lançou no último mês uma session intimista e conceitual, que marca também sua nova fase como solista. Ex-integrante da banda Alaska e do duo Quinta Que Vem, o repertório foi montado de modo a mesclar faixas importantes dos dois projetos e de sua recente carreira solo, onde ele assume a nomenclatura andré ribeiro.

Para unir as canções marcantes de sua trajetória, o projeto foi elaborado para oferecer uma experiência mais completa, com depoimentos do artista sobre a sua carreira e suas próprias canções, que agregam à apresentação.

Leia a entrevista completa com o artista:

andré ribeiro: Acho que a principal diferença é a liberdade e a velocidade nos processos de composição, produção e gravação. É bem mais fácil e mais rápido de executar ideias nesse formato “solo”. Obviamente, também é mais solitário.

Lindie: Notou alguma diferença na aceitação dos projetos, em relação a banda e a carreira solo, pelo público?

andré ribeiro: Na Alaska eu tinha essa preocupação enorme em relação ao alcance e receptividade do material, porque o objetivo da banda era circular profissionalmente no cenário musical brasileiro. No meu projeto solo é diferente. Eu só quero fazer e lançar músicas. Não ligo muito para o que as pessoas estão achando. Claro que é sempre legal ouvir que alguém gostou do material, mas meu objetivo é só produzir coisas que eu gosto.

Lindie: Quais suas metas com essa nova etapa da carreira?

andré ribeiro: Acho que minha meta é me firmar mais como produtor. Quero me envolver em projetos artísticos o máximo que meu tempo e meus recursos permitirem. 

Lindie: Como você escolheu o repertório da session? 

andré ribeiro: Comecei organizando minhas músicas do projeto solo que eu achava que funcionariam no formato, então o Cassiano Geraldo, verdadeiro idealizador da session, deu a ideia de incluir algumas músicas de outros projetos que fiz parte, como Alaska e Quinta Que Vem.

Lindie: Como foi a experiência do planejamento e gravação da session?

andré ribeiro: O processo do planejamento foi bem engraçado. Começou com a ideia de um show, antes da pandemia, e foi se adaptando à realidade que estamos até agora.

A gravação foi tranquila. Eram poucas pessoas, então apesar de me sentir enferrujado, sem tocar ao vivo por quase um ano, fui me soltando aos pouquinhos.

Lindie: Quais seus planos para a carreira solo?

andré ribeiro: Em breve devo lançar a versão de estúdio de “Essa Lagrima”, e no segundo semestre espero lançar meu primeiro disco.

Sobre o autor

Luisa Pereira

Jornalista, escritora, editora-chefe e criadora do Lindie. Apaixonada por palavras, sempre estive acompanhada de um bloquinho de anotações. Espero um dia conseguir tocar as pessoas do mesmo modo que a Agatha Christie e o Tom Fletcher fazem com suas obras.

Logo do Twitter
Logo do Instagram

Comentários

Você também pode gostar

Mcfly lança “Tonight Is The Night”, novo single de "Young Dumb Thrills"

Em Música por Luisa Pereira

A estreia autoral de Mariana Froes com "Nebulosa"

Em Música por Luisa Pereira

Luca Libre e o grito social da música com “Help I Slave”

Em Música por Luisa Pereira

O centenário de Hercule Poirot e a estreia policial de Agatha Christie

Em Literatura por Luisa Pereira

Cefa mostra seu lado visceral e destrincha as faces do “Caos”

Em Música por Luisa Pereira

Ruel, a jovem estrela em ascensão

Em Música por Luisa Pereira

Ana Müller revisita o passado e contempla fãs com a regravação de músicas 

Em Entrevistas por Luisa Pereira

Submerso engata série de lançamentos e planeja futuro

Em Entrevistas por Luisa Pereira

Com influências do rock oitentista, Miley Cyrus apresenta nova faceta em “Plastic Hearts”

Em Música por Luisa Pereira

A experiência e sensibilidade de Gaê em “Só - A Dois”

Em Entrevistas por Luisa Pereira

Dupla Anavitória traz “Cor” com apostas variadas, mas sem sair do conforto

Em Música por Luisa Pereira

Com canções mais maduras, Zayn lança “Nobody Is Listening”, seu terceiro álbum

Em Música por Gabriela de Oliveira

Julie Neff se desprende da raiva e frustração em Over It

Em Música por Luisa Pereira

O Elevador lança Nada para num Instante: “mais maduro tecnicamente”

Em Entrevistas por Luisa Pereira

Com muita nostalgia, Taylor Swift lança a regravação do álbum “Fearless”

Em Música por Fátima Robustelli

Rafael Martins estreia projeto solo com Barco no Seu Mar

Em Entrevistas por Luisa Pereira

Da MPB ao jazz: Fernando Mascarenhas lança Dizperto, seu primeiro álbum

Em Música por Luisa Pereira

Em uma montanha-russa de emoções, Olivia Rodrigo atravessa desilusões em Sour

Em Música por Luisa Pereira

Davi Cartaxo lança singles e sinaliza aspectos do primeiro álbum

Em Entrevistas por Luisa Pereira

A pluralidade dos talentos de Darren Criss

Em Música por Gabriela de Oliveira